ND AMA

ELAS FAZEM PIJAMAS PARA VOCÊ SONHAR!12/07/18

MARIA LUIZA E A MÃE TÊM HISTÓRIA BONITA PARA CONTAR

Quermesse da Mary é sinônimo de?! Isso mesmo! Acertou quem disse lindeza e, claro, nota-amor aqui no ND! Uma das descobertas da última edição foram os pijamas da Maria Luiza Barbosa (@mariabarbosa_mb).

Pijamas lindos da Maria Luiza Barbosa

   

Maria nasceu numa família grande, de cinco filhos, sendo que três são mulheres e, desde sempre, a mãe fazia as roupas para elas. “Eu cresci com aquela história de máquina em casa, pano, fazer roupa... E a gente sempre teve muito bom gosto!”, contou ela.

Maria e a mãe maravilhosa!

                           

Aos 12 anos ela fez, pela primeira vez, aula de corte e costura e, aos 16, conheceu a estilista Sônia Pinto. “Nada acontece por acaso, e tudo isso vai instigando nosso olhar, inevitavelmente! No final das contas eu fiz nutrição, mas não me identifiquei”, disse Maria.

Então, ela ligou para Sônia e pediu uma oportunidade de trabalhar na confecção, mas não fazendo desenhos, apenas na parte operacional mesmo. Por lá, ela foi colega de trabalho (apesar de não dividirem funções parecidas) da Fada dos Bolos, a.k.a. Renata Zanetti. “A Renata não deixou de ser uma inspiração pra mim. Parei de trabalhar na Sônia para ter meu segundo filho e, enquanto isso, fiz um curso de modelagem e resolvi fazer alguma coisa pra mim mesma, achei que um pijama seria mais fácil de conseguir, comprei um paninho bonitinho, fiz e coloquei no Instagram. Quem encomendou meu primeiro pijama? A Renata!”, contou ela.

Então ela continuou fazendo, foi trabalhar na Plural (antes de voltar para a Sônia Pinto), onde conheceu a Vânia, da Casa 89, que foi onde a designer Mary Arantes, que é uma espécie de madrinha de todos que participam da Quermesse - já que faz a curadoria mais minuciosa in town e ainda dá uma orientada na turma - reconheceu a preciosidade.

Algumas pessoas já conheciam meus pijamas, mas ninguém sabia quem os fazia, então participar da Quermesse, além de trazer mais clientes e encomendas, foi ótimo pra dar essa visibilidade!”, disse ela, que soube da possibilidade de participar do evento em novembro de 2017, ou seja, aproximadamente 6 meses antes. “Foi bom porque a Mary pede pra fazer foto, o que faz com que o Instagram melhore, né!”, comemorou.

Desejando!

O processo da feitura dos pijamas é uma coisa muito família: Maria Luiza escolhe qual tecido quer combinar com qual... E ainda tem os bordados, feitos pela mãe dela, que aposentou há pouco tempo. “Eu não sei bordar, mas ela sabe um pouquinho, então eu pedi a ela que fizesse os bordados pra dar um quê diferente”, contou. Elas trocam figurinhas, referências e pedidos, mas a matriarca ainda dá seus palpites se não gostar, por exemplo, de uma frase, mas são apenas detalhes bem pequenos. E a filha, claro, acata, afinal.... Mãe é mãe e elas sempre têm razão! “Se a letrinha tá tortinha eu respeito e deixo do jeito que ela faz! Acho que esse é o diferencial”. Algumas pessoas pedem palavras, desenhos e frases específicos, mas se você não tiver uma ideia em mente, ela tem várias sugestões!

E as peças bordadinhas?

Nessa época friazinha o tecido mais pedido é a flanela, por motivos óbvios, mas o que tem mais saída, segundo ela, é o de camisaria, 100% algodão, bem confortável e macio, claro, com uma estampa bem linda!

Quer fazer sua encomenda? Mande um direct e espere 15 dias!

#inlove

CECÍLIA BARBI (COLLAB ESPECIAL)

FOTOS ACERVO PESSOAL



COMPARTILHE A MATÉRIA


COMENTÁRIOS




MENSAGEM




FACEBOOK