MODA

QUER LEVAR UMA VIDA MAIS SLOW?08/08/15

Estreia: Mariana Pontual conta

De blogueira de moda a militante do slow fashion, a jornalista Bruna Miranda mudou sua visão sobre o mercado de lifestyle (transformando também o próprio guarda-roupa, é claro) e mostra o caminho das pedras para quem quer ter uma vida mais “slow”.

 

Depois de passar cinco meses morando em Paris, em 2012, a jornalista descobriu que precisava de menos, muito menos, para viver bem. “Antes de ir, eu era extremamente consumista. Tinha um blog de moda [o Ameixa Japonesa] e trabalhava com festa [ela era uma das sócias da antiga Velvet e da Mambo Drinqueria], então achava que precisava comprar muita coisa”, lembra ela. “Quando voltei da Europa, onde vivi com apenas duas malas, estava me sentindo muito mais feliz do que com os dois armários e uma arara repletos de coisas que eu tinha em Belo Horizonte.”

Resultado: ao voltar para o Brasil, Bruna se desfez de 60% de tudo o que tinha, mantendo apenas as peças das quais realmente gostava, que eram as mais minimalistas e atemporais. “A gente sabe que é essa a mensagem que o mercado (revistas de moda, publicidade, blogueiras) na maioria das vezes tenta nos passar: consumir, consumir, consumir”, reflete. “Mas, ao mesmo tempo, começamos a perceber o movimento contrário mais latente, dizendo que a gente não precisa comprar tanto, que essa lógica das tendências ficou muito frenética e que nem os estilistas conseguem mais ser tão criativos por causa da velocidade das coleções.”

Foi então que surgiu a ideia de criar um projeto focado na sustentabilidade associada ao estilo de vida. “Eu e minha amiga Bruna Vallejos, que também tinha acabado de voltar de uma temporada na Alemanha, pesquisamos e vimos que essa questão dos cuidados com o meio ambiente, ética e consumo consciente estava começando a ficar mais forte dentro da área de lifestyle, porque até então a gente associava a sustentabilidade só ao mundo corporativo”, conta Bruna. Assim surgiu o Review Slow Lifestyle (http://reviewslowlifestyle.com.br/), plataforma que aborda não apenas a moda, mas também assuntos como gastronomia, beleza, design e cultura, tudo em sintonia com inovações criativas e sustentáveis para um estilo de vida consciente.

Já mergulhada no tema, em janeiro de 2014, se engajou também no Fashion Revolution, movimento global criado com o objetivo de aumentar a conscientização sobre o verdadeiro custo da moda e seu impacto. Uma de suas ações mais bacanas com a campanha foi a exibição do documentário “The True Cost” (2015) em Belo Horizonte, única cidade brasileira a realizar a pré-estreia do filme no último mês de maio.

Hoje o Review se prepara para deixar de ser apenas uma plataforma de conteúdo e loja online para adotar novas iniciativas. A mais legal delas, que deve ser lançada ainda neste segundo semestre, é o Guia Slow Lifestyle de Belo Horizonte. “Trata-se de uma publicação impressa trimestral que vai mostrar como viver na cidade de forma slow”, revela Bruna. “Moda, beleza, ciclovias, parques, praças, bem-estar, qualidade de vida, comida, serviços daqui e também de fora, desde que tenham venda online, são alguns dos temas que serão abordados em matérias, colunas e roteiros.

Para quem gostou da notícia e quer adotar um estilo de vida mais slow, Bruna dá algumas dicas. Tome nota!

- Compre em brechós. Os mais legais de BH, segundo Bruna, são o Doroteia e o Brilhantina.

- Saiba mais sobre upcycling, que é o processo de transformar resíduos ou produtos inúteis em coisas novas. Exemplo: você tem um vestido que não usa mais, mas adora o tecido? Experimente transformá-lo em uma saia!

- Prefira pequenas marcas locais as fast fashion.

- Pesquise e conheça marcas sustentáveis, que cada vez mais estão conseguindo unir ética e meio ambiente ao design, criando produtos altamente desejáveis. Uma das preferidas de Bruna é a Grama, de Belo Horizonte.

- Na dúvida, fique com a máxima de Vivienne Westwood: “compre menos, escolha melhor e faça durar”. 

MARIANA PONTUAL (COLABORAÇÃO ESPECIAL)

FOTOS SILVIA VASCONCELOS/ DIVULGAÇÃO 




COMPARTILHE A MATÉRIA


COMENTÁRIOS




MENSAGEM




FACEBOOK