ND AMA

UM PÓLO DE INOVAÇÃO EM PLENA PRAÇA 716/07/18

GABRIEL FALA DO P7 CRIATIVO E SUA IMPORTÂNCIA PRA BELO HORIZONTE

O passado histórico e cultural de Belo Horizonte tem um encontro marcado com o futuro e a tecnologia em 2019, quando deverá ser inaugurada a nova sede do P7 Criativo, polo de inovação e empreendedorismo digital. A iniciativa está sendo implementada no antigo prédio do Banco do Estado de Minas Gerais (BEMGE), na Praça Sete, bem no coração da capital.

O imóvel, um dos mais belos e emblemáticos da cidade, foi tombado em 2016 pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG). Projetado por Oscar Niemeyer, tem 25 andares. A implantação do P7 Criativo não trará qualquer prejuízo para a fachada externa do prédio, que está sendo restaurada.

O imóvel está incorporado ao patrimônio da Fundação João Pinheiro, parceira do governo do Estado, Sistema Fiemg, Codemig, Sebrae Minas e Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior na viabilização do P7 Criativo. A previsão é que as obras de revitalização e adequação do prédio estejam concluídas até o fim do ano, com o polo de inovação tecnológica passando a operar no ano que vem.

P7 Criativo é esperança no Centro de BH

   

Minha torcida é para que a iniciativa se torne realidade o mais rápido possível. A revitalização da antiga sede do BEMGE dará mais dinamismo ao hipercentro da capital. Funcionará como catalisador de requalificação da região, hoje em franca decadência. Também espero que outros prédios de BH sejam restaurados, recebam novas destinações e contribuam para a revigoração da cidade.

No caso específico do P7 Criativo, destaco a importância de incentivar a indústria criativa. A viabilização de um espaço qualificado e em condições de atender as demandas do empreendedorismo digital é fundamental para a geração de emprego e renda e inserção da capital no circuito da nova economia.

Em todo o mundo o foco cada vez está mais voltado para os negócios advindos da revolução tecnológica. Países, estados e cidades que demorarem a apoiar e investir nesses segmentos terão muitas dificuldades de se desenvolver. Que o P7 Criativo seja apenas o primeiro dos muitos polos de inovação a serem instalados em nossa cidade. Esta é uma das vocações naturais da capital.

 

#inovação

 

GABRIEL AZEVEDO(DA REDAÇÃO)

FOTOS REPRODUÇÃO




COMPARTILHE A MATÉRIA


COMENTÁRIOS




MENSAGEM




FACEBOOK