ND AMA

ISIS GASPARINI ESTREIA GALERIA DO FASAM29/04/19

Vanessa Monteze recebe a artista em noite de inauguração

Se tem uma cena que segue efervescendo na cidade é a artística. Abre as portas amanhã, no Santo Agostinho, o Arte Fasam, escritório de arte que atua como art advisor e marchand, nos mercados primário e secundário. A intenção é promover mostras organizadas, em sua maioria, por curadores convidados que participem de encontros e conversas abertas ao público.

O escritório tem também interesse na promoção de jovens artistas bem como na formação de novos públicos, tanto de jovens colecionadores como de pessoas interessadas no mundo artístico.

A artista multidisciplinar Isis Gasparini abre programação do Arte Fasam 

E para chegar chegando, a diretora do escritório, Vanessa Monteze, convidou a artista paulistana Isis Gasparini para inaugurar o espaço, que tem formato intimista, com a exposição de fotografias “Era preciso o corpo olhar para fora”, inédita na capital mineira.

Com curadoria de Gisele Bento, a exposição apresenta o resultado de uma pesquisa que a artista desenvolve desde 2010, que reflete sobre as estratégias utilizadas pelos museus para orientar os trajetos do público e modular a visibilidade das obras expostas, do espaço expositivo e da paisagem de seu entorno.

Uma das fotografias da série “Era preciso o corpo olhar para fora”

“Minha formação artística se iniciou, primordialmente, na minha relação com a dança, o que me trouxe um interesse inseparável pelo movimento dos corpos. Ao longo do período da universidade, percebi que me interessava um tanto mais pela observação do público e suas formas de diálogo com as obras do que propriamente pelos objetos de arte, em algumas exposições que visitava.”, conta Isis. 

Assim, ela se propõe questionar como se dá a relação entre espectador e obra; tangendo questionamentos quanto à proximidade ou distância entre os dois; quanto à atemporalidade de um trabalho, dentre outros questionamentos. Por meio de um recorte de imagens fotográficas, a exposição investiga a relação e os efeitos resultantes do movimento do espectador e do deslocamento do percurso do olhar, questionando o fluxo do corpo em espaços expositivos, como museus e centros culturais.

“Durante toda minha pesquisa percebi que o olhar é algo que passa por todo o corpo, ele é da ordem de um todo e não só propriamente da visão. Uma vez que sempre tive uma vivência muito corporal, foi natural no meu processo artístico desenvolver um trabalho que também tem como ponto de partida o corpo em movimento”, afirma Isis.

A artista

Isis Gasparini [São Paulo, 1989] é artista, mestra em Poéticas Visuais  (ECA-USP), Bacharel em Artes Plásticas e Especialista em fotografia (FAAP). Seu trabalho compreende os campos da fotografia, coreografia, audiovisual e instalação. Atualmente, desenvolve projetos de pesquisa que investigam os fluxos do corpo no espaço expositivo, suas relações e seu potencial de movimento. Já participou de exposições coletivas em museus e galerias no Brasil e exterior, tem obras que integram os acervos do MAB (Museu de Arte Brasileira-SP), MAC-PR (Museu de Arte Contemporânea do Paraná) e Fototeca Biblioteca Panizzi (Reggio Emilia-Italia). Participou dos programas de Residência Artística na Cité Internationale des Arts (Paris/França, 2014), do 7th Choreographic Coding Lab (Belo Horizonte/Brasil, 2016) e em ateliê no Brooklyn (Nova York/EUA, 2019). Realizou as individuais “Museu mise-en-scène” na Zipper Galeria e “Vértices/Vetores” no EdA (Espaço das Artes, São Paulo), ambas em 2017. Participou em 2018 da SP-Arte/foto, representada pela Zipper Galeria. 

Serviço:

ARTE FASAM 

ONDE: Rua Rodrigues Caldas 726, salas 1306 e 1007

QUANDO: preview no dia 26 de abril, sexta-feira, abertura da exposição ao público, no sábado, dia 27, de 11h às 16h

EXPOSIÇÃO: até 29 de junho, de segunda a sexta, de 10h às 19h; sábados, de 11h às 16h

SITE: https://www.artefasam.com/

 

DA REDAÇÃO

FOTOS: DIVULGAÇÃO/ARTE FASAM 




COMPARTILHE A MATÉRIA


COMENTÁRIOS




MENSAGEM




FACEBOOK